O DHA

O que é o DHA?

O DHA ou ácido docosahexaenóico, é um ácido gordo ómega-3 presente na gordura dos peixes de águas frias (peixe azul). Juntamente com o EPA (ácido eicosapentaenóico), são os dois ácidos gordos ómega-3 mais importantes para a saúde humana. Não podem ser fabricados pelo organismo, dependendo inteiramente da dieta para a sua obtenção.

Porque é importante suplementar a dieta com DHA?

Segundo diversas organizações mundiais, a ingestão média de DHA nas sociedades industrializadas é de 50-150 mg/dia, enquanto a recomendação de ingestão diária mínima é de 250-350 mg/dia. Por tanto, a dieta moderna (incluída a Mediterrânea) é em muitos casos deficiente em DHA. Algumas culturas como a dos Inuit ou a japonesa, consumidores habituais de peixe cru, atingem ingestões diárias de 700-1000 mg DHA.

Durante a gravidez, lactância, infância e adolescência o DHA é um nutriente altamente procurado pelo nosso corpo, especialmente a nível cerebral e visual. Apesar da sua importância para o nosso organismo, somos incapazes de fabricar DHA, dependendo inteiramente de um fornecimento externo através da alimentação ou suplementação.

Através de diversos estudos constatou-se que determinados grupos são frequentemente deficitários em DHA (ex. vegetarianos, crianças prematuras ou de partos de gémeos, pessoas com problemas de concentração ou aprendizagem assim como pessoas mais velhas ou com uma nutrição deficiente), sendo nestes casos recomendável um fornecimento externo através de suplementação.